28 de junho de 2017

DO INSTAGRAM PRO BLOG: 9 LOOKS REAIS DA CAMIS

Eu raramente consigo fotografar o look do dia como ele merece, em vários ângulos e detalhes. Na maioria das vezes dependo de alguém muito bacana e paciente, que pode me fotografar sem pedir nada em trocar além do meu sorriso via lente da câmera do celular, porque nem câmera fotográfica eu tenho para fazer isso. 

Então os looks que ultimamente aparecem lá no insta do blog, o @bloguenossopapo são looks reais, que usei pra bater perna, cursos, resolver pendências e um ser iluminado fotografou pra mim

Mas como nem todo mundo acompanha o insta ~ se você é desses, aproveita pra clicar o botão do follow <3 ~ trouxe mais uma vez os últimos looks que usei e que certamente amei. 

Preciso falar algo enquanto escrevo esse post: eu tenho me sentido diferente em relação aos looks que tenho usado, 1. porque a maioria das peças que eu ando usando são mais despojadas e isso deixa o look mais confortável; 2. porque as peças além de serem compradas em liqui, são peças que eu torcia o nariz algumas vezes, posso dizer que tenho amadurecido quanto a mudar de opinião sobre peças; 3. eu definitivamente não tenho me importado muito sobre o que as pessoas pensam sobre eu estar usando pantacourt, por exemplo.

Sempre acreditei no poder que há em fotografar seus looks ~since 2012 ~, mas toda vez que eu fotografo e me olho através das postagens percebo o quanto vou amadurecendo aos poucos. 

E sim, o que vestimos pode dizer muito sobre quem somos. E isso é ótimo. 



blusa - renner R$ 33,00
colete que era blazer - brechó R$ 5,00
calça - aquamar R$ 60,00
bolsa - fencci  R$ 60,00
mocassim - riachuelo R$ 39,90



t-shirt - mercatto R$ 26,99
calça - acervo do pai 
sandália rasteira - stylus R$ 29,90



blusa - leader [não lembro o preço]
pantacourt - mercatto R$ 35,00
rasteira - stylus R$ 39,90



blusa - feira da Central do Brasil [algo em torno de 20 facadas, não lembro direito]
short - mercatto R$ 27,00
colete que era blazer - brechó R$ 5,00
rasteira - stylus R$ 39,90



blusa e cardigan - mercatto R$ 19,90 - 34,99
calça - acervo do pai 
slip on - ramarim R$ 99,90 *presente*
colar - riachuelo R$ 9,90



t-shirt - renner R$ 19,90
blazer - mercatto R$ 35,00
calça - c&a R$ 70,00
tênis - nike free 5.0


t-shirt - leader R$ 16,00
colete que era blazer - brechó R$ 6,00
calça flare e mocassim - riachuelo R$ 60,00 - R$ 39,90
bolsa - lojinha da Bahia 


camisa - acervo do boy
calça - c&a R$ 70,00
coturno - via Marte (não lembro o preço)


camiseta - renner R$ 33,00
calça jeans - c&a R$ 50,00 (fiz uma franja na barra)
blazer - mercatto R$ 35,00
sapatilha - via mia R$ 40,05
Bolsa - lojinha da Bahia



Me conta aí nos comentários se você curtiu mais um look do que o outro, vou adorar saber. 

Até a próxima!

26 de junho de 2017

VOCÊ NÃO PRECISA COMPRAR TUDO

Que fazer compras é bom à gente já sabe, mas quando comprar algo que você queria muito, por menos da metade do preço que valia é melhor ainda.
  
 (ultimo item comprado com direito a desconto de aniversariante)

Eu sei que o preço de um produto tem os custos de produção até chegar às lojas. Mas a gente também sabe que tem muito produto que não vale nem a metade do preço que custa.

E acrescento ainda mais, mesmo que estejamos em período de liquidação, comprar além do que você precisa é besteira. É claro que nem todo mundo faz uma wishlist nessa vida, colocando em escala de prioridade, desde o que precisa mais até o que é menos importante.

Então como definir ou criar uma lista que pode te auxiliar na hora de garimpar aquelas peças que você namora há um tempo?

Bem, algo que eu gosto muito de fazer e que na maioria das vezes dá certo, é:

1- tire um dia para organizar o armário e avaliar as peças que você já tem; faça aquela limpa, isso já ajuda e muito. 
2- depois de avaliar o armário anote as peças que você reparou que não tem e que seria um importante e versátil para compor looks bacanas. 
3- crie uma pastinha de referências, tanto uma com o que você deseja (foto sai melhor que lista, fica melhor de visualizar) e outra pasta com looks composto pelas peças que você deseja comprar.

O tempo de liquidações são tentadores, mas ainda assim você não precisa sair comprado tudo o que vê nas lojas.

Antes de comprar umas coisas que já estava querendo, coloquei na balança e anotei mesmo que na mente algumas das coisas que queria comprar nessa temporada de liqui, as peças foram: 1- vestido (só estou com 1 ou 2 que ainda cabem em mim). 2- acessórios (porque tenho pouquíssimos e são eles que modificam a cara do look). 3- sapatos (sempre cabe mais um, mas os três últimos que garimpei, tirando um que foi presente, era algo que eu já tinha planejado e até mesmo precisava). 4- makes porque eu estava sem alguns itens.

Ok que algumas das justificativas para obter algumas peças são ‘ladainha’ como diria minha vó, mas a gente sabe que compra planejada sai melhor que encomenda e depois, a gente não fica enrolada pra pagar.

Eu poderia não ter comprado mais um sapato? Poderia, mas se eu pensar na versatilidade e no preço que ele foi pago, valeu a pena.

No ato da compra dar vontade de pegar tudo o que está remarcado? Óbvio que sim, mas se a gente parar pra pensar, não usamos nem metade do que já temos no armário, então pra quê comprar mais?!

Se você precisa comprar nessa sale, aposte em peças atemporais, clássicas, neutras, versáteis e / ou de preferência, que combine com você. Porque apostar em tendências, apenas porque está na moda é um dos piores erros que podemos cometer. Por isso a tecla do ‘você não precisa comprar tudo o que está em liqui’ continua funcionando há muito tempo. Tem gente que espera essa época pra fazer aquela compra, mas no fundo não vai usar o que comprou, apenas gastou money.

Por isso eu acredito que você pode se vestir bem e de forma menos custosa, mas seja cauteloso e consciente em suas escolhas, para não se arrepender depois. 😉

Dê critérios as peças, avalie a versatilidade [é um ponto crucial na escolha de uma peça], o custo x benefício, o material do produto, o preço mesmo que em liqui, formas de pagamento, se tem mais desconto, se pode trocar. Tudo isso são pontos que você pode e deve avaliar antes de finalizar a compra. 

Depois de verificar seu armário, anotar o que acha que precisa, ter feito as pastas de referência e analisar o custo x benefício, se sim feche a compra, se não rola, reavalie as opções. 

O importante é ser consciente mesmo quando a gente acha que não dá pra ser. 😎

Bjs, Camis!



21 de junho de 2017

HORA DE TIRAR O MOLETOM DO ARMÁRIO

O Rio de Janeiro é mais um dos estados em que não tem estação definida. Ora pode fazer calor em pleno inverno, ora pode está frio em pleno verão, mas é certeiro de que em alguma fase do ano a gente vai sim colocar os casacos pra rolo, então bora aproveitar a chegada do inverno para tirar os moletons do armário, beleza?!



Bem, não se sabe ao certo quando ele surgiu, mas aparenta ter sido na década de 1920, que uns atribuem a criação aos irmãos Abe e Bill Feinbloom, da companhia esportiva Champion em 1925 e outros dizem que a obra é de uma empresa chamada Russel Corp em 1926.

Agora não importa muito bem quem criou, mas a gente tem uma gratidão gigantesca por tal. Porque os moletons são versáteis, combinados com peças mais elaboradas, sai do look esportivo ~fim para o qual foi criado~, para um look casual com uma pegada despojada. E combinado com calças jeans, tênis e sapatilhas, o conforto é certeiro. 

Os moletons deixaram de ser criados apenas para o fim esportivo, a fim de aquecer esportistas e jogadores de basquete antes e depois do jogo e passou a invadir passarelas a partir dos anos 1990 pela grife brasileira Osklen. Mas antes disso o moletom também invadiu o cenário de um filme americano ~ Flashdance ~ e também chegou a cultura hip-hop e passou a crescer entre os skatistas, surfistas e rappers. 

Depois de todos esses cenários no qual o moletom chegou, a pegada urbana o deteve e ele passou a ser um dos queridos do armário, fazendo parte da lista do "você precisa ter", pois como falei a versatilidade é grande e claro, tornou-se uma peça prática e que combinada com peças básicas, vira um look super cool e estiloso. Por isso, o #bnp listou algumas referências bem bacanas que você pode se inspirar e usar seu moletom por aí. 


Agora é se inspirar e colocar o moletom pra jogo. 😉